Você



Quem diria,
Depois de alguns anos, a gente de novo.
Não consigo definir a sensação de tê-lo dentro de mim.

Mas é algo que rouba o ar de meus pulmões e me tira o sono, me deixa louca de vontade de estar com você, de conhecer os momentos que desejo; de saber como é acordar ao seu lado, me aninhando, te procurando sem sentir vontade de sair de perto.
Queria saber como é ter suas pernas sobre as minhas, suas mãos descobrindo meus segredos, sua boca me sufocando, seu amor cuidando de minha alma. Nossos sonhos divididos. Suas roupas juntas das minhas, as palavras caladas com o peso dos lábios.
A voz doce no ouvido, baixinha... Os risos, o brilho nos olhos, a saudade, o desejo de ficar. As mãos que não se despedem. Ouvir um futuro - eu te amo. Retribuir o futuro - eu te amo, estou aqui, fica comigo. Me faça feliz junto de seu riso. Me fortaleça com suas crenças, me dê água de sua boca. Me eternize com seu amor. Abuse de meu corpo, de meu tesouro... Desfrute do que aprendi, senta aqui, aqui bem perto, toque em meus cabelos, olhe nos meus olhos, ouça meu choro sem sentido, de desejo, de sentimentos descobertos, de não querer pisar no freio, de te desejar tanto tanto e tanto... Sem ter nada a mais para te dar do que a minha única vida, meu coração em suas mãos, pulsando, visceral, estúpido, carente, quente, um pouco mais maduro, um pouco mais seu do que meu.
Fique até amanhã na certeza de que todos os dias serão importantes daqui para frente e que também espero o que você precisa para ter certeza de que a partir do momento que nos tocarmos, todas as dúvidas ficarão para trás, pois estou me resguardando para te amar como nunca em minha vida fui capaz. Te amar como não pôde ser amado e como  também nunca conseguiu, mas como merecemos e jamais recebemos.
Eu estou aqui, hoje.
Hoje, você está aí.
Estamos aprendendo.
Eu sei que valerá a pena.




"Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Sentir sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir"


0 comentários :

Postar um comentário