A música é para os homens tristes

Este trecho poético foi uma inspiração lírica que tive e quis homenagear os personagens mitológicos do meu livro O OiTaVo pEcAdO,   quero deixá-lo no blog, como todas as coisas que andei fazendo durante esses anos... 





Escute os sons – são os acordes do meu corpo te convidando para me amar.
Beijos afoitos desenham o céu nos lençóis de nosso leito, encostando-se aos meus lugares.
Sinto purpurinas caindo sobre nós; seu toque possante em meu corpo - encaixa-me o céu.
Viver jovem ou viver eternamente
Só vivo se for ao nó atado
Com a língua sua aos meus arredores
E que nesses segundos gastos ao seu lado
Tenhamos o poder do renascimento
Somos forte juntos...
Somos amantes no uno
Na subsequência do desespero do relógio
O tempo não passa quando não está aqui
O tempo não para...
Quando minhas mãos estão por dentro de suas roupas
Os meus olhos não cansam de te olhar
E recitam versos inocentes
Na sinfonia de um zíper a ronronar
Abrindo a porta para o sol que brilha durante o dia
Durante a noite, à tarde ou nas madrugadas...
Pirilampo sou - acesa aos seus sinais
Que me tornam algoz de seu suor
... membro do seu corpo...

Encontre  [̲̅σ̲̅ ̲̅σ̲̅I̲̅т̲̅α̲̅V̲̅σ̲̅ ̲̅ρ̲̅є̲̅C̲̅α̲̅D̲̅σ̲̅] AQUI



0 comentários :

Postar um comentário